Shantala para bebês na Escola


 

Shantala para bebês na Escola

 

A Shantala é uma antiga técnica de massagem em bebês que foi introduzida no Ocidente pelo Dr. Frederich Leboyer, obstetra francês que em uma viagem à Índia se encantou com uma imagem de uma mãe que acariciava seu bebê ao ar livre em uma linda manhã de sol.

O nome da mãe era Shantala e esta ensinou ao médico a técnica da massagem permitindo que a fotografasse. A técnica além de proporcionar conforto ao bebê, traz também benefícios psicomotor e melhora do sistema imunológico, podendo ser aplicada a partir do 1º mês de vida.

 


Você poderá gostar da Formação a distância sobre Primeiros Socorros com Foco no Ambiente Escolar, saiba mais


É isso que é preconizado na Índia, pois como a moleira do bebê ainda está aberta, a filosofia indiana afirma que os chacras, ou seja, os pontos de energia do corpo do bebê, também ainda estão abertos, e em formação, durante o primeiro mês de vida.

Em 1976, o Dr. Frederich Leboyer publicou um livro chamado “Shantala: Uma arte tradicional”

 

Os principais objetivos da técnica são o de interagir com o bebê e proporcionar momentos de bem-estar.

 

Segundo a fisioterapeuta Cristina Balzano, a Shantala é muito interessante na fase em que o bebê ainda não tem controle sobre todos os movimentos do corpo, quando ainda não rola, não senta e não engatinha porque a técnica proporcionará muitos estímulos positivos.

O vínculo criado entre o massageado (bebê) e quem o faz (pai, mãe, avós, cuidadores) é de extrema importância para o bebê. Por isso, quem vai aprender a técnica deve agir com grande responsabilidade e muito amor.

“É preciso conversar com a pele do bebê, que tem sede e fome como sua barriga”. Tem de estar 100% onde se está, prestando a atenção no seu bebê, mantendo o olhar em seus olhinhos, e a mãe e o coração juntos!                                                       Frederick Leboyer,

 

BENEFÍCIOS DA SHANTALA PARA BEBÊS NA ESCOLA:

Os benefícios que essa massagem proporciona são diversos, entre eles a sensação de bem estar e calma. Ao ser tocado, o bebê sente-se mais seguro e acolhido. Os estímulos que ele recebe através do toque, produzem endorfinas, hormônios neurológicos que reforçam sensações de amor, calor, amizade… um verdadeiro ato de amor!

 


Você poderá gostar da matéria sobre doença mão-pé-boca: orientações para escolas, acesse aqui


 

  1. Auxilia na prevenção ou tratamento das disfunções orgânicas do bebê como cólicas e prisão de ventre.

Como o aparelho digestivo do bebê é muito imaturo, é muito comum os bebês sentirem cólicas, o que traz grande desconforto para eles. No entanto, a Shantala pode contribuir para aliviar o desconforto, pois os movimentos ajudam a relaxar a musculatura abdominal, diminuindo assim as dores, gases e prisão de ventre. Não é indicado fazer a massagem no momento da crise, pois mãe e filho precisam estar tranquilos.

 

  1. Proporciona reforço à imunidade do bebê, aumentando a resistência do corpo às doenças através do toque, do carinho e da tranquilidade que são transmitidos durante a massagem.

A massagem proporciona desenvolvimento das células de defesa do organismo do bebê. Uma pesquisa da Escola de Medicina da Universidade de Miami mostrou que as crianças que receberam a massagem possuíam o sistema linfático mais fortalecido e consequentemente adoeciam menos.

 

  1. Através do estímulo sensório-motor, a criança toma consciência do próprio corpo mais cedo, atingindo positivamente seu desenvolvimento físico, emocional e psicológico.

Os bebês que nasceram por parto cesárea podem sentir mais carência de toque, porque não tiveram a passagem pelo canal vaginal. Os movimentos da Shantala proporcionam total contato da mãe com o filho,  fazendo com que, ao sentir o toque materno estimule sua  consciência corporal.

 

  1. Auxilia no desenvolvimento de bebês prematuros.

O toque sutil promove o ganho de peso em bebês prematuros e estabilidade da temperatura corporal, mas é importante ressaltar que a Shantala só é indicada a partir do 1º mês de vida. Por isso, esse tipo de recomendação só pode ser feita por um profissional.

 

  1. Restabelece o equilíbrio emocional do bebê, atuando no sistema nervoso central através do envio de mensagens de bem estar.

Quando a Shantala é realizada, o bebê entra em contato não apenas com o toque e os movimentos, mas recebe também as intenções e a energia de quem está fazendo a massagem. É um momento de mentalmente a mãe dizer a ele que está tudo bem.

 


O que colocar no kit de primeiros socorros em uma escola? Acesse o e-book gratuito com dicas e recomendação de materiais, acesse aqui


 

  1. Traz confiança para mães de primeira viagem.

Mesmo que a mãe tenha lido todos os livros sobre o assunto e decorado a teoria, na prática é bem diferente. Muitas mulheres se sentem inseguras quando se tornam mãe. A prática da Shantala faz com que ela e o bebê se tornem mais íntimos e aos poucos ela vai ganhando segurança.

 

  1. Faz com que o bebê se sinta amado

Mais do que qualquer ganho físico, a Shantala é um ato de amor. É um momento de proporcionar coisas boas a alguém que ainda não sabe como o mundo funciona, de sentir e ficar mais perto daquela pequena manifestação de vida que precisa de afeto, toque e carinho.

QUAL O ÓLEO QUE DEVE SER UTILIZADO PARA REALIZAR SHANTALA NOS BEBÊS NA ESCOLA?

Durante a aplicação, outro ponto importante é o óleo a ser passado no corpo do bebê. Ele deve ser vegetal (extraído das plantas) e não mineral, vindo do petróleo. Os melhores são os de amêndoa-doce, coco, girassol e uva.

Para deixar o bebê mais relaxado e calmo, utilizar óleos com aromas relaxantes, como lavanda, erva-doce e camomila, e realizar movimentos delicados, sem colocar muita pressão nos dedos, por todo o corpo do bebê.

Não há tem um tempo mínimo para realizar a Shantala, o principal é a troca de afeto entre familiar/cuidador e o bebê, e mantê-lo confortável durante o processo.

Após as massagens, realizar um banho no bebê para retirar o excesso de produto, e colocá-lo para dormir.

 


Você sabe com atender o engasgo de um bebê? faça download do cartaz com o passo-a-passo e compartilhe com sua equipe e familiares, acesse aqui


CUIDADOS NA REALIZAÇÃO DA SHANTALA NO BEBÊ NA ESCOLA:

De acordo com a neonatologista do Hospital e maternidade São Luiz, Graziela Lopes del Bem, a massagem para as crianças tem um efeito anti-estresse e proporciona conforto e bem-estar para os recém-nascidos. Isso acontece porque ela estimula a liberação de hormônios relacionados a essas sensações.

As massagens podem ser feitas em qualquer criança, recém-nascido ou até nos mais velhos, sem restrição.

Só tem um fator que os pais devem ficar de olho: com o refluxo de leite, muito recorrente em crianças que estão em fase de aleitamento. Por isso, é recomendado que a massagem seja feita nos intervalos entre as mamadas, para que o bebê não engasgue.

 

OUTROS CUIDADOS IMPORTANTES COM A SHANTALA:

  • A massagem não deve ser aplicada se o bebê apresentar dor de qualquer espécie, evitando com que o desconforto seja associado com a massagem.
  • Não aplique a massagem se o bebê estiver com fome e nem logo após a mamada.
  • Nunca acorde o bebê para aplicar a massagem.
  • Não utilize anéis, adornos, pulseiras que possam machucar a pele do bebê e mantenha as unhas curtas para a aplicação da técnica.
  • A técnica da Shantala não é difícil de aprender, mas a arte em aplicá-la deve ser respeitada. Há uma sequência a ser seguida e isso deve ser priorizado.
  • Deve-se criar uma rotina para se fazer a massagem, ou seja, ela deve acontecer sempre no mesmo horário, de preferência ao anoitecer. Pois após recebê-la o bebê deve tomar um banho de imersão (banheira ou ofurô) para se acalmar ainda mais. Depois ele deve ter um soninho reparador, longo e delicioso!

 


Você sabe qual a posição segura para colocar um bebê para dormir? acesse a matéria aqui


SEQUENCIA DA MASSAGEM SHANTALA PARA BEBÊ NA ESCOLA:

 

Fonte: umamaedasarabias.com.br

 


Febre na escola: o que é importante saber? faça download gratuito do e-book com as recomendações e compartilhe com sua equipe, acesse aqui


 

Você poderá gostar das apostilas sobre Shantala elaboradas pela Unimed, nelas há o passo-a-passo da sequencia da Shantala com ilustrações e dicas práticas, para fazer download gratuito clique na imagem!

 

 

Assista um vídeo com o passo-a-passo da Shantala em bebês:

 


Você poderá gostar da Formação a distância sobre Primeiros Socorros com Foco no Ambiente Escolar, saiba mais


 

 

SOBRE A AUTORA:

Publicado em: 10/07/2017

Revisado em: 10/07/2017

 


Receba nossas publicações e mantenha-se atualizado sobre saúde e segurança na escola  quero me atualizar


 

 

Referências:

  • GUIA DO BEBE. Shantala. Guia do Bebê UOL, Colunista Adriana Vieira, 2016.
  • MINHA VIDA.  Shantala. Aprenda a massagem que alivia cólicas e acalma os bebês. Minha Vida, 2016.
  • PAIS E FILHOS. 7 benefícios da Shantala para bebês. Redação Pais&Filhos, 2015.
  • UNIMED. Shantala: A arte de dar e receber amor. Material elaborado por Educadores Físicos do espaço vida UNIMED VTRP. Rio Grande do Sul, 2014.
  • UNIMED. Cartilha Shantala. Conteúdo elaborado pela equipe do Espaço Saúde da Unimed Caçapava, 2014.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *